fbpx
Blog
04 jan

O futuro da comunicação em mídias digitais no pós-pandemia

Escrito por Patrícia Barbosa

A pandemia de Covid-19 demandou adaptações e muitos aprendizados para as empresas. No universo da comunicação, vimos a ascensão de novos formatos de conteúdo e os canais precisaram se reinventar para conquistar e cativar sua audiência. Assim também os hábitos cotidianos foram transformados em decorrência do isolamento social e o consumo de conteúdo foi resignificado. Mas, como será o futuro no mundo pós-pandemia da comunicação em mídias digitais?

Para prever o futuro, é necessário analisar o presente. E, o presente já é digital. De acordo com relatório da Reuters Institute Digital News, a web é fonte de notícias para 87% dos usuários, refletindo a importância deste canal. Já a nova pesquisa da Kantar Ibope Media, revelou que 73% das pessoas aumentaram o uso de suas redes sociais na pandemia.

Estes dados são complementares ao fato de que, atualmente, tudo passou a ser centralizado nos smartphones (o consumo de notícias, produtos e serviços), que são crescentemente mais completos e poderosos. Além disso, dispositivos inteligentes, como de streaming, caixas de som, dispositivos de segurança, sistemas de iluminação, assistentes virtuais, entre outros, tiveram um aumento de vendas de 4,5% em 2020, de acordo com uma pesquisa da IDC, e também farão parte do nosso cotidiano.

Nesse sentido, é possível prever que a comunicação tende a ser gradualmente mais digital e interativa. Com este cenário tecnologicamente avançado – e não muito distante do nosso presente – é preciso ter uma compreensão adequada dessas mudanças e como se adaptar às inevitáveis transformações.

O impacto da crescente comunicação em mídias digitais

As empresas e instituições também precisarão se adaptar a todas essas mudanças, que impactam profundamente o mercado em várias áreas e setores. Nesse presente e futuro, em que cada usuário é diariamente bombardeado por grandes volumes de informação e de um leque de opções disponíveis na internet, é necessário que cada marca encontre uma forma de estabelecer um diálogo mais direto e duradouro com seu público-alvo.

Por isso, investimentos em comunicação serão imprescindíveis, além de uma presença ainda mais massiva nas mídias sociais e na internet como um todo. Um diálogo 360º, focado em transmitir mensagens relevantes, do interesse do leitor, dirigido à pessoas diferentes, por meio de vários veículos de comunicação. Não mais a comunicação de cima para baixo, com a empresa dando o seu recado sem se preocupar com a utilidade ou conveniência daquele conteúdo. Neste contexto, a construção de uma boa comunicação digital reflete diretamente na construção de uma boa reputação digital, e estas podem ser grandes diferenciais para as marcas que querem se destacar, ser relevantes nesse mundo globalizado, digital e competitivo.

Ainda é cedo para prever todas as mudanças que esse conturbado período trará para a sociedade, tanto em nível social, cultural e até político. No entanto, já é possível vislumbrar uma conclusão que parece inevitável a cada dia que passa: a pandemia de COVID-19, de uma forma ou de outra, já transformou a maneira de nos comunicarmos uns com os outros para sempre.

Patrícia Barbosa é Diretora de Operações da EPR Comunicação Corporativa, agência de comunicação corporativa e conteúdo alinhada com as demandas do mundo digital.

×